Armamentum

Ir em baixo

Armamentum

Mensagem por The Firebolt em Sab Nov 29, 2014 6:57 pm






Armamentum


Uma das construções mais antigas d'A Colina, se adere completamente o aspecto rústico que a rondava. Trata-se de um âmbito dual, que, se visto de fora, é estruturalmente bastante simplório, não passando muito de um casebre de madeira sustentada por pregos e um letreiro de bronze enferrujado, em que se estampa o nome "Armamentum", em letras arcaicas. Em seu interior, (quase) tudo é magia: primeiramente, nota-se a distorção no espaço: largura e altura não correspondem a vista tida de fora — peritos (ou não) afirmam ser feitiço de extensão —, uma vez alteradas para comportar os visitantes e as mercadorias, que, por seu excesso, contribuem para o aroma metálico (ferro e chumbo) que paira no ambiente. Além disso, a loja de armas desfruta de um sistema de segurança ímpar: existem vários orifícios na parede e no chão, cuja função é atirar dardos envenenados em ladrões. Uma peculiaridade que chama muito a atenção daqueles que visitam a loja é uma série de objetos que, uma vez no mostruário, se tornou elemento da decoração, porquanto ninguém os adquiria, devido ao preço e ao perigo que podem representar. Eram as chamadas armaduras vivas, cujo corpo era inteiramente um arsenal: dos pés lâmino-cortantes a capacete-granada. Basucas e canhões, além de vários outros tipos de armamento pesado, ficam todos escondidos por trás das prateleiras; chicotes elétricos estão escondidos nos lustres. O assoalho havia sido construído sobre pólvora, o que representa grande perigo ante qualquer faísca gerada. Em prateleiras ao fundo, livros teóricos sobre a metalurgia e modelagem de equipamentos podem explodir nas mãos de pessoas indesejáveis. O balcão possuía serras afiadas e cortantes, de cima para baixo e de um lado para o outro: volúpias e ferozes, mas apenas à mostra sob ameaça. As paredes foram projetadas para amassar todo o restante do interior da loja, talvez usada como último recurso e, literalmente, resumir o inimigo a uma folha de papel de tão fino que ficaria. Em todos os cantos, a cada passo, há um fundo falso podendo conter o item almejado ou uma surpresa indesejável. Para andar ali, apenas o proprietário que encontra-se na maior parte do tempo macerando novos instrumentos na sala dos fundos. Para entrar é preciso chamá-lo e, para chamá-lo, é preciso adentrar e esperar quieto sobre o tapete vermelho bem atrás da porta: gritar por ele e aguardar. Nunca sofrera assaltos, mesmo que houvesse essa hipótese, o indivíduo deveria pensar três vezes, pois talvez ele sofra consequências severas... Ou nem sofra. Segundo os gregos, seria o templo de Hefesto. Para os britânicos, é a maior arma viva.

Thank's for @Lovatic, Cupcake Graphics

avatar
The Firebolt

Mensagens : 132
Data de inscrição : 27/11/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum